Descubra todas as frentes de decode

Desenvolvemos continuamente novas metodologias de coleta e análise de dados para compreender fluxos

Somo um laboratório multidisciplinar de pesquisa e inovação digital da Decode.

Quais são as metodologias utilizadas em Pesquisa de Mercado?

Share:

Entenda quais são as diferentes abordagens para extrair e analisar dados sobre o comportamento do consumidor.


A pesquisa de mercado é uma ferramenta importante para empresas que querem entender seu público, analisar a concorrência e avaliar diferentes aspectos do cenário social. A partir de um estudo de mercado estruturado, é possível tirar insights para desenvolver novos produtos, fazer melhorias em seu atendimento e otimizar processos, além de identificar preferências dos consumidores, ou até mesmo antecipar tendências por meio de seu comportamento.

Apesar das vantagens estratégicas, muitas organizações ainda relutam em realizar as pesquisas por questões que vão desde falta de tempo, o que muitas vezes leva a decisões apressadas, ou falta de orçamento para este fim. Isso só revela o quanto ainda é necessário evangelizar o mercado, principalmente quando se trata das metodologias com uso de Big Data. Compartilhamos aqui um pouco da nossa visão sobre o assunto para auxiliar quem precisa decidir como e quando fazer uma pesquisa de mercado.

Como fazer uma pesquisa de mercado?

A pergunta estratégica que desencadeia uma pesquisa de mercado – ou pesquisa mercadológica – deve estar alinhada com os objetivos da empresa. Isso quer dizer que precisa ter um foco claro. Alguns exemplos: a empresa quer conhecer melhor seus clientes? Quer entender a aceitação de um produto no mercado? Quer antecipar determinadas variações nas vendas de um e-commerce?

Além de direcionar a investigação para extrair os insights mais relevantes, o objetivo vai ajudar a identificar qual é o melhor modelo para levantar os resultados:

Pesquisa quantitativa: os resultados podem ser mensurados, em quantidade.

Pesquisa qualitativa: não pode ser mensurada, o resultado é analisado a partir de opiniões e análise semântica.

Pesquisa com big data: outro ramo de pesquisa que, de certa maneira, reúne o melhor dos dois mundos. Por um lado, consegue metrificar quase tudo e tem uma amplitude diversificada da amostra, composta pela visão da totalidade e insights relevantes por meio do aprendizado dos dados. Ao mesmo tempo, como não se trata de uma pesquisa estimulada como as metodologias tradicionais de quanti e quali, a garantia de espontaneidade na pesquisa com big data é de 100%.

A partir da definição do objetivo, será possível definir qual é a metodologia mais adequada para a pesquisa.

Metodologias de pesquisa: qual utilizar?

Tradicionalmente, as metodologias de pesquisa convencionais envolvem formulários ou entrevistas com perguntas e respostas, o que pode consumir bastante tempo entre aplicação e obtenção de resultados, além de envolver maior custo com todo esse material e mão de obra. Entenda melhor cada uma delas e de que forma é possível tirar vantagem da aplicação de big data para extrair insights e resultados com maior agilidade.

Pesquisa exploratória

A pesquisa exploratória é ideal para a etapa inicial de formular hipóteses. A ideia é que as informações apuradas por meio da pesquisa ajudem a traçar uma linha de raciocínio que leve a outras possibilidades.

Esse tipo de pesquisa ajuda a obter insights e ideias que podem levar a situações ou contextos que ainda não foram explorados. Em geral, costuma ser usada na fase inicial de pesquisas de mercado. Primeiro a empresa faz uma pesquisa exploratória como etapa preliminar, para então aplicar outras metodologias de pesquisa e recortes para obter resultados mais assertivos.

O uso de big data nesta etapa é interessante, porque permite ter uma amostragem bastante vasta e de demonstração sentimento espontânea, que permite estabelecer correlações capazes de embasar a formulação de hipóteses mais assertivas.

Pesquisa descritiva

O objetivo da pesquisa descritiva é fazer o registro, classificar ou interpretar algum fenômeno, por meio de técnicas padronizadas de coleta e análise de dados. Em geral, uma pesquisa descritiva parte de hipóteses iniciais que são testadas, de acordo com variáveis. Além disso, costuma-se partir de uma segmentação prévia, como classe social, demografia, faixa etária etc.

Pesquisa explicativa

É uma metodologia que visa o registro e análise para identificar as causas por trás dos fatos e eventos que se apresentam na realidade. Neste caso, refere-se a aplicações de ordem prática e experimental, que são observadas buscando os fatores ou variáveis que interferem na ocorrência dos fenômenos.

Metodologias de pesquisa com uso de Big Data

• Dados de navegação – A partir do padrão de navegação dos usuários, coletado por meio de cookies, é possível conhecer quais são os sites acessados e, assim, por associação, detectar quais são os interesses do público e categorizá-los de acordo com o objetivo do estudo.

Buscas – O padrão do que as pessoas procuram em sites de pesquisa, como por exemplo o Google, também revela bastante sobre o comportamento de uma parcela do consumidor. Não só um percentual quantitativo para compreender a relevância de determinados termos e palavras-chave, mas também quais são as buscas relacionadas a determinado assunto. É um raciocínio diferente do SEO – preocupa com a lógica de busca, descobrir os mecanismos usados para chegar no termo. Não é só a busca sobre um termo, mas o que se busca a respeito daquele termo.

• Dados de Social Media – Talvez seja a fonte mais rica de dados sobre o comportamento das pessoas e a que é mais comumente associada ao big data. É o universo de opinião pública, repercussão, tendências e consumo, como as pessoas reagem diante dos assuntos. Além da relevância pelos volumes de menções, é possível compreender o sentimento dos usuários pelo teor dessas menções.

Os estudos de mercado são importantes para que as organizações sejam capazes de compreender a fundo o seu negócio, seu público e o mercado em que estão inseridas, de forma que as tomadas de decisões possam ser pautadas por inteligência e estratégia. Esta é uma das práticas mais indicadas como ponto de partida para desenvolver soluções, produtos e serviços melhores, mais competitivos e adequados aos desafios do mundo contemporâneo.

Vale ressaltar que a realização de uma pesquisa efetiva exige atenção e técnica. Se você procura um fornecedor com expertise em em pesquisa de mercado atrelada a data intelligence, para um diagnóstico completo e com insights relevantes e precisos, você chegou ao lugar certo. Conte com os experts em Consumer Insights da Decode.